Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

ENTRELAÇADOS

976e33dd57fd59b9b4b7390f63148e52.jpg

Cruzámo-nos umas vezes e sempre sentimos empatia um pelo outro, porém nunca demos muito alento porque poderia ser "por acaso". Tempos passados, voltámo-nos a ver. Falámos mais e encontrámo-nos várias vezes.
 Um dia, fui a uma livraria. Agarrei num livro que ia desfolhar, quando uma mão vem na minha direção e ao pedir desculpa à pessoa, vi que eras tu. Rimo-nos. Cruzámo-nos de novo. Comentamos o livro, falámos dos nossos pontos de vista e comprámo-lo a meias.
 Saímos e convidaste-me a ir a tua casa fazer
a árvore de Natal bem como a decoração da casa. Disseste que fazer sozinho não iria ser tão divertido.
 Seguimos até casa e montámos a árvore, enquanto falamos pouco e sorríamos timidamente. Pegaste nas luzes amarelas e enrolaste-me, puxando-me para ti. Rimo-nos e próximos, olhamo-nos nos olhos antes de nos beijarmos. Os nosso lábios sabiam a chocolate quente que bebemos antes de chegarmos a casa. 
 Disseste-me que querias mais do partilhar um livro comigo. Querias partilhar amor. E eu sussurrei, dizendo que queria o mesmo. 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.