Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

MENOS É MAIS

Hoje lembrei-me de ti e volto a sorrir ao rever esse momento. Memórias vieram-me à mente e fez-me viajar no tempo. Lembrei-me no sentido simples. Porque a simplicidade é tudo. Lembrei-me como me sinto em casa com os teus abraços e como o teu riso é a minha melodia favorita. E o teu sorriso... Ilumina um espaço e a forma como por vezes ficas tímido ou envergonhado e sorris para baixo. Aí eu só tenho vontade de levantar-te o queixo e beijar-te. Lembrei-me do silêncio que partilhamos a ver o pôr do sol. Damos as mãos ou abraçamo-nos em silêncio. Nunca precisamos de dizer nada. Tu nunca foste uma pessoa de falar muito e com a sabedoria que tens ganho, menos dizes mas mais observas. Mas com atenção e nada te escapa. Lembrei-me de como ontem adormecemos a ver um filme. Fiz-te festas no cabelo e tu na minha mão. O silêncio estava presente mais uma vez. É sinal de confiança, de querer sentir, de viver. Lembro-me de como as luzes da rua te batem nas costas e as formas do teu corpo sobresaem-se. O teu cabelo move-se com suavidade e cai-te no rosto como se pousasse no paraíso. Lembrou-me de tudo e tu? Espero que nunca te esqueças também.

10 comentários

Comentar post