Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

NÃO FALES

66b78eab100069af4389eb2ca0df08dd.jpg

Quem nunca ouviu a expressão: "Calado és um poeta"? Pois bem, esta expressão serviria para respondermos a algumas pessoas, certo? Há quem interprete como uma afronta, com o pensar que a outra pessoa está chateada ou zangada. No entanto, há momentos que não é necessário haver diálogo. Porque tudo o resto está lá: o momento, os gestos, o meio envolvente, a linguagem corporal e o diálogo não quer dizer nada quando o silêncio é tudo. O silêncio incomoda muita gente mas também ajuda. Como? Dando dois exemplos muito simples e de certeza que já aconteceram pelo menos uma vez. Como as pessoas gostam das boas notícias primeiro, (quem não, não é?) começemos por ela: duas pessoas a assistirem a um pôr do sol. Aquele momento de final do dia, mostra-nos que mesmo um dia menos bom, tem um lado bonito que podemos observar e agradecer. Pelas dádivas que temos e como enfrentamos as dificuldades com resiliência. As pessoas não falam, agradecem por estarem ali, juntos a partilharem aquela experiência enriquecedora para ambas que lhes toca individualmente e em conjunto. Acham que é necessário falar aqui? Pois eu acho que sabem a resposta. 
 Outro exemplo é quando uma pessoa está triste e a outra lhe pergunta o que se passa. A primeira não responde e acaba por começar a chorar porque sabe que pode mostrar vulnerabilidade porque a pessoa a seu lado preocupou-se. A segunda percebe que inicialmente esta não quer falar, mas mantém-se a seu lado. Olha-a nos olhos e até lhe pode dar a mão ou o abraço. A pessoa terá o tempo que for preciso para se recompor porque não está sozinha. Tem alguém que a escutará, sem julgamentos.
 Se o teu discurso também magor alguém, não fales. Porque há pessoas mais sensíveis do que outras. Porque não é o que dizemos ao outro, mas sim a maneira como o dizemos. E as palavras magoam. E as pessoas têm memória. Por isso, por vezes, fala de outras maneiras sem ser com a voz. Tens o corpo e várias formas de comunicar. Se o diálogo não for o melhor, pensa noutra alternativa. Mas não deixes de comunicar.

2 comentários

Comentar post