Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

NO TEU MUNDO

COZY AUTUMN.jpeg

Levaste—me ao parque novo que havia ao pé da tua casa. Disseste—me que era o teu local favorito. Onde precisavas de pensar. Onde eras tu com os teus pensamentos. Onde deixavas os demónios que te atormentavam e buscavas a luz e a paz para viver. Quiseste mostrar—me este teu mundo e agradeci—te pela confiança sabendo o reservado que eras. Contaste—me histórias da tua vida e sonhos. Quando dei por mim apercebi—me que falávamos no plural e eu estava presente neles no teu discurso. Fiquei sem reação e aproximaste—me, beijando—me intensamente e as tuas mãos tocavam—me como um pianista numa melodia por estrear: primeiro timidamente porém começaste a ganhar confiança. As minhas mãos procuraram o teu pescoço e não recusei a aproximação. Ficamos tão ligados como a luz e a escuridão existem para haver equilíbrio. Era o que nós éramos. Balanço. Já éramos inteiros e com a nossa junção ainda nos tornamos melhores.